segunda-feira, 3 de junho de 2019

INFORMATIVO PROCURANDO OS PERDIDOS - ANO II - Nº 30


CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DO ARQUIVO GRATUITAMENTE

Carta ao Leitor
Graça e paz!

Viver em um país em que se tem liberdade para adorar a Deus é tudo o que muitos irmãos ao redor do mundo gostariam de ter.
Cultuar ao Senhor sem tem que se esconder de autoridades, parentes e amigos tem sido a oração de milhões de cristãos que vivem em uma área do planeta designada de “Janela 10x40”.
Nesta Edição cuja matéria de Capa tem o título: “JANELA 10X40 – O Grande desafio da Igreja!”, expomos a realidade desses milhões de irmãos e irmãos que vivem sob o domínio cruel de autoridades governamentais e de fanáticos de diversos grupos religiosos que simplesmente não admitem a possibilidade de que existam cristãos entre eles. Para esses fanáticos, principalmente islâmicos e hindus, o Cristianismo é um inimigo a ser vencido e os cristãos, caso não queiram se converter à sua religião, devem ser mortos.
Talvez você nunca tenha ouvido acerca desse tema e eu não o culpo por isso. Cerca de 94,5% dos cristãos também desconhecem a existência de uma Igreja que é perseguida por viver e pregar o Evangelho autêntico do Senhor Jesus Cristo. A culpa é da liderança de muitas igrejas que por ignorância ou má vontade sequer informam a seus liderados que esse perseguição existe. Eles preferem pregar a mentira de dizer que todos os cristãos serão bem sucedidos financeiramente e que nunca sofrerão derrotas, simplesmente por serem cristãos. Ao Senhor responderão por essa negligência.
                        Na seção “Testemunho Cristão”, conheceremos a história de Amira*, uma cristã ex-muçulmana de um pequeno povoado no norte do Quirguistão. Após entregar sua vida a Jesus essa jovem foi agredida fisicamente, trancada dentro de casa e enfrentou tentativa de casamento forçado com um muçulmano.
Na “Reflexão da Semana” com o título: “O amor incondicional de Deus” veremos que apesar de que o retorno do Senhor Jesus pareça demorar, não devemos nos omitir da pregação do Evangelho, pois o amor incondicional de Deus deseja que todos O conheçam e que sejam salvos. Apenas esse fato já devia ser suficiente para que coloquemos as mãos no arado e saiamos a semear a Palavra de Salvação que um dia nos alcançou porque alguém decidiu atender a esse chamado do Senhor.
Não deixe de interceder pela Igreja Perseguida, pelos Povos não alcançados, pelos missionários e demais pedidos que são mencionados em nossos Pedidos permanentes de oração.
Coloquemo-nos na brecha e não sejamos como os negligentes mencionados em Ezequiel 22.30: “Busquei entre eles um homem que tapasse o muro e se colocasse na brecha perante mim, a favor desta terra, para que eu não a destruísse; mas a ninguém achei.”.
O seu envolvimento nesse ministério de intercessão é muito importante. As pessoas podem não vê-lo intercedendo, mas com certeza o Senhor estará contemplando e respondendo segundo a sua fé e seu amor pelos irmãos e pela Obra redentora de Jesus.
Que o Senhor conceda a paz de que tanto necessitamos para colocarmos em prática as tarefas que Ele confiou a cada um de nós. Que haja harmonia em seus lares e ministérios.
Que o Senhor lhes conceda sabedoria e entendimento em todas as coisas, para que através de suas vidas e ministérios o nome do Senhor seja exaltado e glorificado.
Sempre juntos em Jesus.
Antonio Carlos, aprendiz de servo.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário