segunda-feira, 3 de junho de 2019

REVISTA PROCURANDO OS PERDIDOS - ANO I - Nº 04

                                           

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DO ARQUIVO GRATUITAMENTE


Carta ao leitor
Graça e paz!
            A irresistível mensagem da Cruz de Cristo!
“Então, sereis atribulados, e vos matarão. Sereis odiados de todas as nações, por causa do meu nome. Nesse tempo, muitos hão de se escandalizar, trair e odiar uns aos outros; levantar-se-ão muitos falsos profetas e enganarão a muitos.” (Mateus 24.1-2).
            Ao longo da História da Igreja, perseguições, prisões e mortes sempre foram uma constante na vida daqueles que sinceramente professassem a fé cristã. Ao verdadeiro cristão, a propagação da mensagem da Cruz e a sua fé em Jesus Cristo é algo irresistível. Apesar de ser uma ordenança de Jesus (Mateus 16.15) ele o faz com prazer, mesmo diante da possibilidade de ser torturado e morto.
            O Senhor Jesus já havia preparado o coração de seus discípulos para o que aconteceria àqueles que O seguissem. Ao lermos os textos bíblicos confirmamos que essa perseguição teve início ainda no período apostólico.
            No entanto, algo bem diferente de conhecermos a narrativa dessas atrocidades através das páginas da Bíblia é sabermos, através de relatos de testemunhas e sobrevivente nos dias atuais, que esses fatos não apenas acontecem, mas recrudesceram em escala assombrosa.
Cristãos são mortos aos milhares ao redor do mundo, simplesmente por assumirem a sua fé em Jesus Cristo – nem estamos falando na pregação do Evangelho – e mesmo assim a grande Mídia global nem se dá ao “trabalho” de tecer pequenos comentários sobre esse extermínio que ocorre principalmente nos países da Janela 10x40.
Nesta Edição levantaremos algumas questões sobre os motivos que levam ao silêncio daqueles que deveriam informar fielmente os acontecimentos e se calam numa total indiferença para dizermos o mínimo.
Para aqueles que desejam atender ao chamado para o Campo Missionário, reservamos um presente: a entrevista com a Missionária Alessandra Lacerda, que juntamente com seu marido Lízias Cabral Filho estão à frente da Igreja Batista Kunhimela e do Projeto Kunhimela em Maputo, Moçambique, onde crianças, adolescentes e adultos têm sido alcançados e edificados na Palavra de Deus para terem uma vida plena no Corpo de Cristo. Conheça um pouco sobre a sua trajetória de fé e determinação!
Esses são apenas alguns dos temas que reservamos para esse mês em que a Missão Portas Abertas promove no dia 16 de junho o Domingo da Igreja Perseguida – DIP/2019.
Boa leitura!
Sempre juntos em Jesus.
Antonio Carlos, aprendiz de servo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário